Cinco razões para montar uma equipe remota na América Latina

 

pexels-photo-56759

Montar e gerenciar equipes remotas não é tarefa fácil. Hoje, a tecnologia permite criar novos modelos e sistemas baseados em equipes alinhadas e coordenadas remotamente. Essa tendência está aumentando  em todo o mundo; e na América Latina e no Caribe não é diferente.

Considerada a segunda região mais urbanizada do mundo, em menos de uma década a América Latina passou de ter 64% para 79% da população morando em  grandes cidades, e estima-se que em 2050 esse número chegue a 87%, um fator determinante para os problemas de mobilidade da região. Por isso, o trabalho remoto será uma excelente alternativa e, junto com tecnologias colaborativas como UpWave, permitirá poupar até duas horas por semana, além de facilitar as tarefas de quem trabalha em casa.

Falando um pouco da tendência do trabalho remoto na região, os países líderes neste tema são o Brasil e a Argentina. Em 2016, 37% das empresas brasileiras permitiram que seus funcionários trabalhassem remotamente, entre as quais as mais receptivas são as pequenas empresas (entre 101 e 1000 funcionários), com uma taxa de adoção de 45%. Além disso, devido à crise e para compensar a falta de atratividade dos programas de remuneração para atrair e reter novos talentos, as empresas decidiram estender seus benefícios e incluir o trabalho remoto como incentivo, o que aumentou  10% em 2016.

Image 2

Quando falam sobre a flexibilidade do trabalho, os argentinos valorizam muito os horários flexíveis (23%) e o trabalho remoto (19%). Hoje em dia, o chamado “home-office” é uma prática altamente valorizada, que teve um crescimento positivo nos últimos cinco anos, passando de 2% a 16%.

Na Colômbia, estima-se que existem 50.000 trabalhadores remotos, e para 2018 espera-se  que esse número chegue a  120.000. Além disso, há um “Pacto pelo Trabalho Remoto”, que hoje tem 280 membros e é liderado pelo MINTIC, incentivando o compromisso de integrar essa prática de trabalho nas empresas.

O Peru, por sua vez, regulamentou em novembro de 2016 a possibilidade de trabalhar em casa ou em qualquer lugar, e logo começou a execução de estratégias que permitem que os funcionários trabalhem remotamente. Por último, o Chile tem leis pioneiras  na região, e desde 2001 o Código Trabalhista do país já tinha regulamentado o trabalho remoto.

Mais do que uma moda, o trabalho remoto é uma tendência de trabalho mundial que tem muitos benefícios, por exemplo:

  • Aumento da produtividade: Estimula a economia em infraestrutura nas empresas, garantindo mais liberdade, compromisso e produtividade dos funcionários.
  • Qualidade de vida: Reduz o estresse do deslocamento até o  escritório e a falta de tempo para estar com as pessoas queridas e fazer as coisas que você gosta.
  • Ajuda o meio ambiente: Reduz o consumo de energia e o número de carros que circulam na cidade, diminuindo a poluição.
  • Maior inclusão: Permite  que as pessoas com necessidades especiais possam realizar seu trabalho sem problemas, e no conforto de sua casa.
  • Integração das zonas rurais: Permite  que as pessoas que moram em áreas rurais ou em áreas urbanas distantes do centro trabalhem  em qualquer empresa, basta ter  uma boa conexão com a internet.

No entanto, apesar do crescimento dessa tendência, é importante considerar as seguintes razões na hora de montar  uma equipe remota:

1. Contratar os melhores talentos

Best time

Certamente a força de trabalho local é excelente, mas sabemos que há muitas outras pessoas talentosas esperando apenas um contato para entrar  na sua equipe sem precisar se deslocar. Ter uma equipe remota significa não se restringir apenas à contratação de talentos que morem perto do escritório. O mundo é pequeno! E empresas como Slack, UpWave,  Automattic  (as pessoas por trás do WordPress) e Buffer são grandes exemplos do poder das equipes remotas.

Lembre-se de considerar as diferenças de fuso horário e verifique se a sua equipe tem, pelo menos, algumas horas extras por dia. De repente, o seu pool de talentos vai aumentar, por isso vai ser muito mais fácil encontrar o candidato perfeito. E como a equipe  inclui novos continentes, naturalmente vai estar cheia de personalidades, culturas e maneiras diferentes de fazer as coisas.

2. Melhorar  a comunicação com a equipe

Uma das principais preocupações que as pessoas têm com o trabalho remoto é anular a comunicação e as interações cara a cara  entre os membros da equipe. No entanto, as pesquisas sugerem exatamente o oposto. Com a  comunicação escrita (mensagens instantâneas, e-mail, etc.) e visual ou cara a cara  (Skype, HangOut, etc.), as equipes valorizam mais o tempo e, portanto, têm mais consideração ao conversar. O resultado é uma comunicação centralizada e com um propósito definido.

3. Aumentar o comprometimento dos colaboradores

Image 3

Podemos pensar que a ausência de “interações” pode fazer a equipe se sentir isolada e desconectada. No entanto, este não é o caso. A resposta dos membros da equipe é muito positiva quando não há distrações e existe mais flexibilidade na hora de trabalhar. Os dados sugerem que, além de ser  mais felizes, os funcionários remotos  também são mais produtivos que os colegas confinados no escritório.

4. Diminuir despesas

Com a equipe trabalhando remotamente em cafés e salas de estar no mundo todo, você vai economizar bastante no aluguel do escritório. Melhor ainda, não é necessário comprar móveis e pagar contas caras.

5. O que importa é o trabalho

Image 5.jpeg

Em vez de se preocupar se alguém chegou dez minutos atrasado, passou meia hora jogando Candy Crush no sofá, ou insiste em usar sandálias na chuva ou no frio, o foco está totalmente voltado para o trabalho.

Tirando todos os fatores externos, toda a atenção fica voltada para a produtividade das pessoas e não para o presenteísmo (presenteeism em inglês), que é o ato de estar distraído ou doente no trabalho.

Existem muitas razões, mas a principal delas é reduzir o estresse constante, um dos maiores  desafios que as empresas enfrentam na atualidade. O estresse traz consequências caras para os negócios, como atrasos, funcionários insatisfeitos, desmotivados e infelizes, faltas e até mesmo a demissão de funcionários talentosos, o que diminui muito a produtividade e afeta diretamente os resultados da empresa.

Por isso, precisamos repensar nossa forma de trabalhar e as diferentes opções disponíveis para minimizar esse impacto. O trabalho remoto é uma ótima alternativa, contanto que sejam definidos os limites e os perfis das pessoas que aproveitam esse benefício, que vai abrir caminhos para melhorar o desempenho das empresas.

________________

Conheça UpWave uma ferramenta que permite alinhar sua equipe e gerenciar seus projetos remotamente.

CADASTRE-SE AGORA

Siga-nos no Twitter, LinkedIn e Facebook e confira mais dicas sobre o trabalho remoto e a produtividade das equipes.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s